mantenha sua mente aberta menr.png

  RECOMENDADO 

 PARA +16 ANOS  

CRÔNICAS MODERNAS: ANEDOTAS PT.7

Atualizado: 7 de Fev de 2019

Clique aqui para ler a parte 6: Os novos pobres.

A parte 6 ganhou um apêndice, clique aqui para conferir!





Bifurcação Brasileira



A direita e a esquerda, a 120 km por hora. Quem você acha que destrói o Brasil mais rápido?

RE:



É inacreditável que as pessoas tenham se apegado a um conceito tão antiquado, e mal formulado, de divisão política como direta e esquerda; mas é o que acontece aqui no Brasil todos os dias, ainda que esta divisão tenha sido originada na revolução francesa e que tenha dado as caras por aqui na ditadura militar, e que no cenário atual ela não se aplique corretamente, e basicamente ignore as principais distinções entre monarquia e república, misturando tudo numa gororoba intragável. Essa forma de visão inclusive distancia-se muito da episteme da própria palavra política: e aqui vou citar uma fonte mais qualificada do que eu:



“A palavra política tem origem no termo grego politiké, que é a união de outras duas palavras gregas: polis e tikós. Polis significa cidade e tikós é um termo que significa o bem comum dos cidadãos. Assim, politiké era um termo grego que significava governo da cidade para o bem comum de todos os cidadãos.”

Fonte: https://www.todapolitica.com/o-que-e-politica/



A palavra política, por si só, é o bem comum dos cidadãos, entendeu? Será que isso se enquadra dentro de uma visão política que favorece oligarquia e não governa para todas as classes, segregando o povo e negligenciando as necessidades de inclusão e integração em prol de um bem comum? A resposta é não.



Pra piorar a situação, ao pesquisar no Google, encontra-se uma enxurrada de informações que não auxiliam nem um pouco no entendimento dessa separação.

E nem no entendimento das reais necessidades governamentais do país. Chega a ser vergonhosa a quantidade de invenções obscenas que as pessoas atrelam a essa divisão, ao ponto de muitas estarem confundindo esquerda liberal com extrema direita! Isso tem que acabar! É um vexame para a nossa sociedade e para a imagem da intelectualidade brasileira, um vexame!



Sim, também tem gente que diz que isso já não existe mais, e passa a observar a política num aspecto mais amplo e detalhado do que conservadorismo versos progressismo, no entanto em uma porcentagem tão pequena, que essas pessoas passam a ser consideradas lendas urbanas. E aqui vos convoco à prova de vida: cadê vocês?




Ainda que na bandeira nacional esteja escrito ordem e progresso, estamos longe de um senso comum, ou até de um bom senso. Nas ruas, vivemos numa dualidade extremista e espantosamente violenta que nos obriga a perceber até onde essa visão de política está, de fato, manobrando todos os nossos pensamentos e atos.


É o que uso, inclusive, quando vou dialogar sobre o assunto. Política, além de ser povo, é comportamento, política é escolha, política é opinião. E sim, são os nossos comportamentos, escolhas e opiniões que nos definem como indivíduos, definem nossa cultura e nos definem com um povo, ou seja, somos seres políticos apenas por existir e viver todos os dias.


Ser otimista ou pessimista, combatente ou pacifista, a roupa que escolhemos usar; quando temos o direito de escolher… Tudo isso é política, somos a política e a política nos é.

Está na hora de pararmos de ter medo dessa palavra, afastarmo-nos das discussões infundadas e estudar, em fontes confiáveis, o que é a política e porquê ela não está sendo manifestada em toda sua polaridade no nosso país.

Na teoria, o assunto é sim, muito mais complexo, mas na prática, ao menos aqui no Brasil, é direita e esquerda. Talvez essa dualidade seja apenas mais uma maneira de silenciar terceiras opiniões, ou talvez a restrição de posição seja mais uma forma de opressão, vai saber. Ainda assim, é o que acontece. Esquerda e direita, direita e esquerda, de geração em geração.

Assim, se nota facilmente ao observar nas ruas:


A Direita.

Menino fazendo uma dancinha cômica na fila do ônibus. Sua mãe o repreende:

- Para, Pedro.

O menino parou.

Já dentro do ônibus, com o olhar entediado, olhando pela janela, lembra-se de um caso:

- Mãe, tinha um menino muito, mas muito desobediente lá. Ele fazia tudo diferente de todo mundo e ficava pulando.

- Ainda bem que você sabe o que não pode, você é um bom menino.

Ele assente com a cabeça e ambos seguem o restante da viagem em silêncio.


E a Esquerda.

Menina sai à frente dos pais quando abre a porta do vagão do metrô. Ao chegar na escada rolante sua mãe anuncia:

- Tem que dar a mão para subir na escada rolante, minha filha.

A menina lhe dá a mão, num gesto receoso, e lhe olha desconfiada.

A mãe continua:

- Aqui no metrô é assim, tem que dar a mão para o adulto na escada rolante, entendeu?

- Mas porquê eu tenho que dar a mão? - retrucou a menina - Onde é que está escrito isso?

A mãe respira fundo, puxa a menina para perto do corrimão, aponta para o adesivo no vidro e mostra:

- Ali, ó! Segurar a mão da criança, tá escrito ali, tem desenho e tudo, viu?!

A menina assente com a cabeça, e olha para frente, altiva. Esperando o momento de seguir adiante.

...

Ambas as crianças tinham a mesma idade. Reflita.


Se a pergunta é quem destrói uma nação mais rápido, existe sim uma resposta:

Quem destrói a nação é o povo, mal instruído, que perpetua a ignorância e os maus costumes passando-os para a próxima geração.


No Brasil temos de um lado a direita (ou antiga monarquia excludente francesa) afirmando que regras e valores individualista, e um tanto defasados, precisam ser impostos e reforçados. Do outro lado temos a esquerda (revolucionária e igualitária) querendo que as regras mudem, se adaptem e evoluam assim como a nossa espécie, com a inclusão de novos pensamentos e comportamentos que surgem com o crescimento da população.

Só que a política é muito mais do que ambidestrismo e a gente precisa começar a estudar.

Pense nisso.

Encerro aqui a minha anedota e Welcome to Brazil.



DICA DO NM: https://www.todapolitica.com/



#cronica #cronicasmodernas #nudezmental #opinião #semcensura #literatura #cultura #historia #crianca #politica #direita #esquerda #monarquia #ignorancia #nazismodeesquerda #estudemais #bifurcacaobrasileira #brasil #povo #educacao #leréviajar #leiamais #leiamulheres


- HEY, VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE NÃO GOSTA DE LER?

TRAGA ESTA PESSOA PARA A LUZ!




APRESENTE-O/A AO LEiA!

O MANIFESTO

PRÓ- LEITURA DO NUDEZ MENTAL.

(Ou o livro para quem não gosta de ler, ainda!)


DOWNLOAD GRÁTIS!


https://www.nudezmental.com.br/vitrine



0 visualização
Botão Pagin Inical
Botao Críticas Peladas
Botão Crônicas Modernas
Botão Poesias Cruas
Botão Artes Nuas
Botão Biombo
Botão Vitrine

 ONDE AS PALAVRAS NÃO TÊM PUDOR. 

 O SEU PORTAL DE LITERATURA E ARTE! 

LOGOsocabeça.png