mantenha sua mente aberta menr.png

  RECOMENDADO 

 PARA +16 ANOS  

O SEGREDO DE HEAP HOUSE - Edward Carey

CRÔNICAS DA FAMÍLIA IREMONGER – PARTE UM


Terror, suspense, ficção, romance e aventura. É, realmente não falta nada nesse livro!



Eu estava passeando, despretensiosamente (e com pouco dinheiro), em uma livraria de shopping quando um livro me chamou atenção, se destacando, isolado, em cima de uma pilha de fascículos sobre super-heróis, perfeitamente arrumada abaixo dele, como quem havia chegado até ali sozinho, e ainda pretendia ir mais longe. Curiosa, fui ver do que se tratava, e ao pega-lo em minhas mãos, fiquei imediatamente encantada com a capa e os desenhos de dentro. Devo admitir que tenho uma queda séria e irreversível por livros que contenham qualquer tipo de mapa, então, o que mais posso dizer? Foi simplesmente amor à primeira vista.

A pequena sinopse na orelha me deixou bastante intrigada, e depois dela não tem apresentação, introdução nem prólogo. A sua única opção é mergulhar de cara, e nunca mais parar de cair, num universo alegórico e enigmático que te prende do começo ao final, deixando um gostinho de quero mais.


Ambientada em uma Londres cinza e distópica do século XIX, o primeiro volume da triologia de Crônicas da Família Iremonger é narrado por dois personagens incitantes e antagônicos que servem de anfitriões na extraordinária mansão que se chama Heap House, e que tem muito mais do que apenas um segredo.

Os adolescentes Clod e Lucy alternam a narração, de capítulo em capítulo, dando continuidade na história de acordo com seus pontos de vista e localização física sem necessidade de repetição, fazendo com que a ritmo fluido e em primeira pessoa faça você se sentir íntimo de ambos já nos primeiros capítulos.


Todas as famílias têm suas peculiaridades, tradições e pessoas icônicas que só podem ser compreendidas quando você se aproxima bastante. É como quando você vai dormir na casa de um colega de escola, pela primeira vez, e descobre que a família dele janta em um horário diferente, assiste outro tipo de programa de televisão e faz uma oração diferente na hora de dormir. Tudo parece bizarro, mais ao mesmo tempo faz você refletir sobre a sua família, e as características e bizarrices dela, é impossível não se identificar em alguns momentos.

A família Iremonger é totalmente excêntrica, e consegue reunir as mais variadas facetas dentro de uma oligarquia estranha e obscura que engloba literalmente tudo na mansão; desde os avós, passando pelos filhos, sobrinhos, netos, os criados, os objetos que ali estão e até a própria construção em si. Simbolizando o forte e estrito laço familiar. Em algum momento até o leitor se sente parte da família Iremonger, mesmo sabendo que é tudo muito esquisito.


A constituição da Heap House (explicada em dois mapas), não é uma arquitetura tradicional, a mansão é um quebra cabeça de partes de casas, castelos, cômodos, estabelecimentos, ruas e um labirinto de escadas, chaminés e muitos, muitos objetos aleatórios. Ela fica situada no meio dos “cúmulos” que é o nome dado aos montantes de lixo e detritos abandonados em Londres, adquiridos e acumulados pela família Iremonger ao longo de gerações. O seu gigantesco e malcheiroso legado que esconde muitos segredos, tragédias e enigmas.


O Segredo de Heap House é uma história bastante introdutória, cheia de representações e metáforas para ajudar a apresentar uma realidade distópica num tempo antiquado, remoto e ficcional, mas que também pode ser interpretado como retrato fiel à muitos quadros da decadência capitalista na nossa sociedade moderna. Dentre eles o enorme desperdício, a desigualdade, o apego irracional a bens materiais, as expectativas e pressões surreais que são colocadas pelas famílias em cima de adolescentes e crianças desde muito cedo, e as consequências de tudo isso. É uma história densa e cheia de camadas que tem muitos momentos melancólicos e sombrios, mas que pouco se distanciam do nosso cotidiano. Mostrando como as pessoas são capazes de se acostumar a situações absurdas e opressoras em nome de uma tradição familiar.


Uma das tradições mais fundamentais da família Iremonger é que a cada novo integrante é dada um objeto ao nascer cujo um dos papéis é ensinar o peso do legado da família, esses objetos são como amuletos pessoais e intransferíveis.


Os objetos têm uma importância tão fundamental na história quanto as pessoas pois eles também são personagens. E de maneira muito sutil vamos descobrindo que além de seus nomes (que apenas Clod pode ouvir), esses objetos carregam suas próprias histórias e mistérios além de servirem como alusão à personalidade de cada indivíduo que os carrega. Depois de ler este livro, nunca mais você vai olhar para uma moeda ou um alfinete da mesma maneira. Ele não pretende te confundir, mas sim estimular sua imaginação.

Durante as quase quatrocentas páginas recheadas gravuras sombrias, aventuras intensas, dilemas conturbadores e eventos sobrenaturais, o leitor é desafiado a desvendar o maior segredo da família Iremonger enquanto uma enorme tempestade se aproxima, deixando o clima inquietante, enérgico e principalmente vivo.


É tanta vida e energia dentro desde livro, que não é difícil de acreditar que ele realmente possa sozinho ter pulado de uma prateleira e ido parar em cima de uma pilha de fascículos sobre super-heróis.




VOLUME LIDO:

O SEGREDO DE HEAP HOUSE – 1ª EDIÇÃO 2017 – BERTRAND BRASIL

ESCRITO E ILUSTRADO POR EDWARD CAREY

TRADUÇÃO: MARCELLO LINO

#criticaliteraria #criticaspeladas #criticas #osegredodeheaphouse #nudezmental #opinião #semcensura #semspoilers #literatura #internacional #livro #terror #familia #lixo #desperdicio #edwardcarey #aventura #romance #simbologia #identidade #suspense #filosofia #leréviajar #sociedade #comportamento #consumismo #literatura #reflexão #leiamais #leiamulheres



- VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE NÃO GOSTA DE LER?


APRESENTE-O/A AO LEiA!

O MANIFESTO

PRÓ- LEITURA DO NUDEZ MENTAL.

(Ou o livro para quem não gosta de ler, ainda!)


ESPALHE ESSA IDEIA!



DOWNLOAD GRÁTIS!

https://www.nudezmental.com.br/vitrine



0 visualização
Botão Pagin Inical
Botao Críticas Peladas
Botão Crônicas Modernas
Botão Poesias Cruas
Botão Artes Nuas
Botão Biombo
Botão Vitrine

 ONDE AS PALAVRAS NÃO TÊM PUDOR. 

 O SEU PORTAL DE LITERATURA E ARTE! 

LOGOsocabeça.png